Ao Nang – Railay

Acordar cedo virou regra. E lá fomos nós logo de manhã fazer o check-out do Eed Resort, e comprar nossas passagens de barco para Railay, que ainda é continente, e fica bem próxima de Ao Nang, mas ouvimos dizer que só se chega lá de barco.

Longtail para Railay

Longtail para Railay

O guichê que vende as passagens fica bem no calçadão da praia, nada difícil de achar. A passagem custa 100B, e você tem que ficar esperando encher o barco com 8 pessoas, mas é rapidinho.

Quinze minutos depois, desembarcamos do longtail em Railay West, o lado mais caro (e mais bonito) da ilha. Fomos andando até Railay East, onde tudo é mais barato por ser um manguezinho, mas não deixe isso torcer seu nariz, o lugar é bonito de qualquer forma e é bem pequeno.

Paisagem entre Ao Nang e Railay

Paisagem entre Ao Nang e Railay

Não adianta muito perguntar onde ficam os lugares mais baratos. Na verdade, mesmo nesse lado da ilha, só vimos dois lugares mais em conta. O primeiro era bem barato mesmo, tinha opção até de compartilhar banheiro, e esse ‘bangalow’ custava 200B. E pensa em uma escadaria pra chegar até lá… Não gostei muito, então o Heitor foi procurar outro lugar, e voltou 10 minutos depois com o maior sorriso do mundo estampado na cara, dizendo que o hotel do lado tinha piscina, wi-fi, água quente e ele conseguiu o quarto por 800B.

Bangalow do Diamond Private

Bangalow do Diamond Private

Fiquei tão feliz que quase, QUASE não liguei de subir outra escadaria pro céu. E ainda conhecemos 3 brasileiros que estavam de saída, a caminho da Full Moon.

Stairway to Heaven

Stairway to Heaven

Acabamos fechando duas noites no Diamond Private, e o gerente ainda deu mais 100B de desconto porque pagamos as duas noites adiantadas, então nossa diária caiu para 700B. Paraíso? Imagina…

Piscina com vista para o mar

Piscina com vista para o mar

Nos instalamos no quarto, e fomos dar um mergulho na piscina que tem vista pro mar, e nessa sessão de relaxamento, conhecemos uma família portuguesa. Uma das senhoras até cantou algumas músicas brasileiras antigas para nós. Uma delícia!

Varanda da Piscina...

Varanda da Piscina…

De tarde, bateu aquela fominha, e descemos do céu (haha) para almoçar. Comemos no Friendship Restaurant, um dos mais baratinhos que achamos, e o Heitor pediu um Fried Rice com frango (90B) e eu pedi um Hambúrguer (120B) que vinha com batatinhas. Nham :B

Fried Rice do Heitor

Fried Rice do Heitor e meu Hambúrguer.

Daí o Heitor resolveu que queria andar pra conhecer o lugar, e eu decidi voltar pra beira da piscina. Quando ele voltou, disse que foi conhecer a Princess Cave, e que até descobriu uma praia bem pequena e simpática no fim dela. Fiquei de voltar com ele no dia seguinte, pra conhecer a caverna.

Na janta, nós decidimos rachar uma pizza e achamos uma barraquinha que só fazia pizzas e coquetéis. Escolhemos a Mexico (230B), que não era tão grande, mas estava uma delícia. Eu só não lembro qual era o recheio. :/

IMG_1212

Bem pertinho, existe o Skunk, um reggae bar. Resolvemos ficar ali um pouquinho curtindo as músicas e vendo o movimento. As pessoas que vêem a tatuagem de tigre no braço do Heitor sempre dizem o quanto ela é bonita e perguntam aonde foi que ele fez. E foi assim que o Eric puxou assunto com a gente… Conversa vai, conversa vem, e ele nos apresentou a Wendy, sua noiva. Eles são da Holanda, e vão viajar por 4 meses de férias, mas nem eles sabem ao certo pra onde. Delícia, né? Imagina, cada dia vai ser uma surpresa! Era aniversário do Eric, e eles estavam ali comemorando. O casal gostou tanto de nós, que até pagaram uma cerveja e um shot de tequila pra gente. (:

Eu, Wendy e Eric

Eu, Wendy e Eric

O dono do Skunk deu um rojãozinho para eles soltarem em comemoração, e lá fomos nós fazer bagunça… haha

Cinzeiro, no mínimo 'curioso', do Skunk

Cinzeiro, no mínimo ‘curioso’, do Skunk

Depois de algum tempo, decidimos voltar para o hotel para descansar. O Heitor tinha planejado de irmos à Princess Cave de manhã e depois para Ton Sai, uma praia meio riponga que fica ao lado de Railay West. Ele disse que tinha lido que era uma trilha tranquila para chegar até lá, com bastante sombra, e que Ton Sai de Railay era muito bem falada.

Mal sabia eu o que me aguardava…. hahahhaha :D

Anúncios

Sobre Erica Oliveira

Paulista, 24 anos.
Esse post foi publicado em Trip e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Gostou? Deixe sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s